Concerto SESI Catedrais integra a 277ª Festa de São Pedro

Concerto SESI Catedrais integra a 277ª Festa de São Pedro

20 de junho de 2013 Eventos 0

Tendo como solista o jovem músico Ariel Polycarpo

 

O concerto do Projeto SESI Catedrais que será apresentado pela Orquestra de Câmara Fundarte na Catedral de São Pedro*, em Rio Grande,  no dia 22 de junho,  integra a programação da 277ª Festa de São Pedro.

Sob a batuta do maestro Antônio Borges-Cunha, tendo como solista o jovem músico Ariel Polycarpo, 21 anos, vencedor pela segunda vez do Concurso Jovens Solistas, na interpretação do Concerto para Violinos em Mi menor, Op. 64 (Felix Mendelssohn) o programa do concerto inclui também as obras Mitridate, K 74a – Overture, de Wolfgang Amadeus Mozart), e Sinfonia nº 6 em Ré Maior (Le matin), de  Franz Joseph Haydn.

 “A primeira vez que toquei com a orquestra eu ainda era aluno de graduação da UFRGS. Agora, depois de formado, vou ter a oportunidade novamente, e me sinto com uma responsabilidade ainda maior para mostrar tudo o que tenho aprendido”,  diz  Ariel Polycarpo que se prepara para cursar o mestrado na Universidade da Geórgia, Estados Unidos, a partir do segundo semestre desse ano

 Com realização do Sesi-RS, o concerto será apresentado com entrada franca.

 

Programa

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)

       Mitridate, K 74a – Overture

 

Felix Mendelssohn (1809 -1847)

      Concerto para Violinos em Mi menor, Op. 64

          Allegro ma non troppo

 Andante

          Allegro molto vivace

                        Transcrição para orquestra de câmara: Vagner Cunha

                       

                        Solista: Ariel Polycarpo

 

Franz Joseph Haydn (1732 – 1809)

       Sinfonia nº 6 em Ré Maior (Le matin)

          Adágio – Allegro

          Adágio

          Menuet e Trio             

          Finale: Allegro

Regente: Antônio Borges-Cunha

 

Catedral de São Pedro

Prédio em estilo barroco colonial português a Catedral de São Pedro foi a primeira Paróquia no atual território do Rio Grande do Sul. Construída em 1755, é a Igreja mais antiga de colonização portuguesa desde Laguna – SC até Montevidéu, no Uruguai. Em 1938 foi tombada pelo Governo Federal. Em 1972 a Matriz é elevada à Catedral Em 1997 seu prédio foi totalmente restaurado. No seu interior são encontradas verdadeiras relíquias da arte sacra dos séculos XVIII e XIX.

 Orquestra de Câmara Fundarte

Agraciada com o Prêmio Líderes & Vencedores 2011, iniciou suas atividades em março de 1996 como Orquestra SESI/Fundarte, a partir da parceria entre o Serviço Social da Indústria – SESI/RS e a Fundação Municipal de Artes de Montenegro – FUNDARTE, com os objetivos de contribuir para a educação e o crescimento cultural do Rio Grande do Sul, abrir mercado de trabalho para músicos jovens com capacitação profissional e levar a música orquestral para as populações da Capital e das cidades do interior do Estado, abrangendo todas as camadas sociais e faixas etárias.É formada por 15 músicos, tendo como Regente Titular o compositor e maestro Antônio Carlos Borges-Cunha e, como Diretora Executiva, a professora Therezinha Petry Cardona. Seleciona, anualmente, jovens de até 24 anos para serem solistas nos concertos agendados. Nesses 17 anos de atividades, realizou 603 concertos em 100 cidades do Estado, atingindo diretamente um público aproximado de 277 mil pessoas. Na agenda de 2013 tem agenda prevista de 50 concertos.

 Antônio Borges-Cunha

É orientador do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS, diretor artístico da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro e regente titular da Orquestra de Câmara Fundarte.  Borges-Cunha esteve na Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Uruguai para apresentações de suas composições. Seu Concerto para Viola e Orquestra foi o objeto de pesquisa da Tese de Doutorado defendida por Ricardo Kubala na UNICAMP. Em 2010 recebeu o Prêmio Funarte de Composição com Maxakali, obra estreada pelo Orquestra Petrobras Sinfônica em 2011.

Como regente, Borges-Cunha tem contribuído para a atualização repertorio. Sua programação de concertos busca conciliar o repertório histórico com as múltiplas tendências da musica atual, incluindo encomendas e estréias de obras.  A superação das fronteiras entre a música de concerto e a música popular tem sido outra característica de sua atuação.

Antônio Borges-Cunha recebeu duas vezes o Prêmio Açorianos  de Música da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre.  Em 2010 foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, recebendo a Medalha do Mérito Farroupilha.

 Ariel Polycarpo, violino

Integra o elenco de músicos  Orquestra de Câmera Theatro São Pedro de Porto Alegre e é bacharelando em violino pela UFRGS sob a orientação do prof. Fredi Gerling. Juntamente com seu irmão Gabriel Polycarpo, foi o primeiro brasileiro a integrar a World Youth Orchestra   (Orquestra Jovem Mundial) com turnê China/Itália em 2012. Foi contemplado com uma Bolsa de Estudos com duração de 02 meses na University of Georgia em 2013. Ariel tem participado, regularmente, de masterclasses com professores como Annete-Barbara Vogel (Canadá-EUA), Aaron Berofsky (EUA), Yang Liu (China–EUA) e outros renomados professores. Também participou de Festivais de Música como FEMUSC, FIMP e Festival SESC. Suas experiências orquestrais incluem atuações em diversas orquestras do Estado. Foi vencedor do Concurso jovem Solista da Orquestra SESI/FUNDARTE , prêmio conquistado pela segunda vez para atuar como Jovem Solista da atual Orquestra de Câmara Fundarte.

 

CONCERTO SESI CATEDRAIS

Orquestra de Câmara Fundarte

Dia 22 de junho de 2013 –19h30min –Rio Grande

Catedral de São Pedro

Telefone: 0XX (53) 3232.8696

Rua General Bacelar, 440 – bairro Centro

Programa: Mozart, Mendelssohn e Haydn

Solista: Ariel Polycarpo, violino

Regente: Antônio Borges-Cunha

Entrada franca

 

Informações

Telefone: 0800518555

Site: www.sesirs.org.br

 

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.