Cordas para violino | Tipo, Marcas e Modelos

Cordas

Cordas DominantDominant:  De núcleo sintético, são uma boa escolha para estudantes ou qualquer um que queira qualidade por um preço razoável. As Dominant são provavelmente as mais populares do mundo. É a escolha básica de muitos violinistas, incluindo várias combinações com outras. Estas, como todas as de núcleo de perlon, tem grande flexibilidade, núcleo de nylon multi-filamento e serve para artistas que se sentem desconfortáveis com cordas de aço. O som das Dominant é cheio e ambíguo, rico em harmônicos. É radiante e pode projetar sem soar metálico. Enquanto alguns acreditam que as cordas Dominant são comparáveis em qualidade sonora com as de tripa sem as desvantagens da corda de tripa, outros discordam. No entanto, estas são claramente um degrau acima das cordas de aço mais recentes. A única mancha na reputação é a tendência de “quebra” (perder o revestimento). São vendidas em três durezas: Alta, média e baixa. Alguns violinistas fazem combinações diversas entre níveis de dureza e tipos de revestimento. Obs: Elas devem ser trocadas em intervalos regulares para manter a sonoridade.

Cordas Evah PirazziEvah Pirazzi: De núcleo sintético, Evah Pirazzi têm um inacreditável e poderoso som, alcance e modulação. Som cheio e afinado, casado com estabilidade e fácil e rápida resposta à execução. Disponível em espessa, média e fina. Você pode ter um bom som sem muito esforço. Som quente e brilhante, mas devem ser trocadas regularmente. Alguns músicos acham as cordas super-dimensionadas, e maiores tensões podem ser muito grande para alguns instrumentos, novamente demonstrando que o casamento entre instrumento e corda é um desafio.

Cordas Thomastik-VisionThomastik-Vision: A linha Vision da Thomastik é nova no mercado. Possuem curto período de quebra, grande estabilidade, de fácil execução, e um tom focado, claro, brilhante e aberto segundo o fabricante. Feito com um novo, forte e inovativo núcleo sintético composto, elas são vendidas nas versões Solo (Titanium), Orchestral (Titanium) e “Regular” (não Titanium), a variedade depende do som que se deseja produzir. As Titanium Solo são muito potentes e de som brilhante com muitas modulações e overtones decedentes, no entanto esses overtones podem soar um pouco estridente em alguns instrumentos e alguns músicos acham o tom elevado. A linha Orchestra tem características similares as da Solista, mas são mais quentes e servem como ligação na execução da orquestra, com altas modulações e maior durabilidade da corda. A Linha regular Non-Titanium (sem titânio) é comparada à, mas ultrapassa as Dominats em durabilidade e sonoridade, acreditam alguns. Uma nova versão da Solo, versão das cordas Vision Non-Titanium Regular tem recebido depoimentos favoráveis de alguns músicos. A Vision vêm em três diferentes espessuras e podem ser misturadas ou casadas com outras cordas.

Cordas Larsen TziganeLarsen Tzigane: De núcleo sintético, têm recebido comentários favoráveis dos violinistas. Elas parecem ter ricos undertones e um bom alcance de timbre para cordas sintéticas, boa projeção e resposta com menos tensão que outras.

Cordas Pirastro PassionePirastro Passione: De tripa, são ainda novas, mas tem recebido comentários favoráveis de alguns músicos. A Pirastro diz que estas cordas modernas de tripa têm overtones complexos característicos das cordas de tripa como Eudoxa and Oliv, mas com melhor estabilidade e com quebras menores que as cordas de tripa típicas. Novas revisões parecem concordar. Elas têm maravilhosos undertones sem os típicos problemas de instabilidade de outras cordas de tripa.

Pirastro EudoxaPirastro Eudoxa: De tripa, as Pirastro Eudoxa são maravilhosamente ricas, quentes e de som cheio. A resposta tende a ser mais lenta (comparada a Kaplan Golden SPirals, elas tendem a ser mais fáceis de serem tocadas) e elas podem soar abafadas em alguns instrumentos novos.

Pirastro OlivPirastro Oliv: Esta corda excelente de tripa tem mais brilho e rapidez na resposta que a Eudoxa (e mais metais preciosos nos filamentos), mas elas têm um preço de etiqueta alto. Elas podem ser absolutamente fáceis de tocar quando combinadas com um instrumento de cordas combinadas. Qualquer corda de tripa requer algum tempo de uso para esticar a corda (quando a corda fica mais estável), antes desse tempo ela perde o seu potencial.

Pirastro WondertonePirastro Wondertone Solo: Estas cordas deveriam ser as melhores entre duas grandes: Evah Pirazzi e Obligato: A cor e a força da Evah com a riqueza e escuridão das Obligatos, simultaneamente ser como as Vision, tendo um período de quebra menor com extrema estabilidade. Elas acompanham isso de perto, mas a conseqüência é menor poder que as Evah, são algo como arranhado no início. Depois de tocadas o som torna-se redondo. São claramente estáveis e se ajustam muito rápido. A corda Sol pode ser um pouco quadrada, e ambas as cordas Mi que vem com o jogo de cordas, apitam muito na maioria dos instrumentos. A corda Mi da Hill trabalha melhor. É melhor para instrumentos novos que precisam de maior profundidade e duram bastante tempo.

DlugoleckiDlugolecki’s são consideradas por muitos como sendo as melhores cordas de tripa do Mercado. Ele faz as cordas tanto envernizadas quanto sem verniz sob encomenda. Cordas envernizadas são boas para músicos que vivem lugares de clima úmido ou que tenham dificuldades em manter o espelho (fingerboard) seco. As cordas Dlugolecki esticam muito rapidamente e tem uma resposta muito boa. Músicos podem solicitar o tipo de tensão no momento da encomenda a um distribuidor de cordas onde tenham poucas opções de cordas de tripa com tensão especificada.

Kaplangolden Kaplan Golden Spiral: Estas cordas de núcleo de tripa produzem um som muito rico e quente. Diz-se ser de excelente para solos e grupos de câmara. Podem ser difíceis de serem tocadas, a linha Solo é menos difícil.

ObligatoObligato: De  todas as de nucleo sintético parecem ser a mais parecida em sonoridade com as cordas de núcleo de tripa. (não se engane se, no entanto estas não forem a resposta definitiva para as cordas de tripa – ainda não há) Porém, elas são as que apresentam melhor resposta e brilho que as cordas de tripa. A Obligato Mi revestida de ouro é uma corda muito boa, sendo tonalmente menos agressiva que a Eudoxa Oliv Gold E String (apesar de que todas as cordas revestidas em ouro tendem a apitar). Boa para instrumentos com grande claridade.

Pirastro TonicaPirastro Tonica: Uma das respostas da Pirastro para as Thomastik’s Dominants. Este compartilha um monte de virtudes das Dominant, no entanto tendem ter um pouco mais de complexidade e usualmente não sofrem de picos metálicos quando colocadas recentemente no instrumento. Uma corda de proposta múltipla muito boa. Se você pensa que só há Dominant, você deveria experimentar a Pirastro Tonica.

Israel Honorato Dutra

Oi! Me chamo Israel sou violinista, idealizador e "faz tudo" do Portal Violino Vermelho.

27 comentários em “Cordas para violino | Tipo, Marcas e Modelos

  • 29 de julho de 2011 em 18:18
    Permalink

    boa noite,
    gostei muito do seu site ele é muito organizado e tem artigos muito interessantes meus parabéns.
    gostaria de lhe fazer uma pergunta, para o violino produzir um som mais alto seria melhor eu colocar cordas de durezas Alta, média ou baixa??
    Att,
    Felipe

    Resposta
    • 6 de agosto de 2011 em 8:48
      Permalink

      Felipe, a resposta é ALTA. Quanto mais tensão, consequentemente mais intensidade (já reparou na diferença que existe entre o violão com cordas de nylon e outro com cordas de aço?).

      Att.
      Israel

      Volte sempre 😉

      Resposta
  • 9 de janeiro de 2012 em 13:13
    Permalink

    Olá, bom dia.

    Pode me esclarecer sobre cordas com dureza alta média e baixa? Qual a consequência prática do uso de cada uma delas?

    Atenciosamente,

    Nilton.

    Resposta
  • 9 de janeiro de 2012 em 13:37
    Permalink

    Desculpe-me…naveguei um pouco mais no seu site e verifiquei que já existe a resposta.

    Grato,

    Nilton.

    Resposta
    • 12 de janeiro de 2012 em 3:18
      Permalink

      Olá Nilton! Fico feliz que já tenhas encontrado a resposta. Volte sempre!

      Resposta
  • 26 de março de 2012 em 17:48
    Permalink

    Israel, boa tarde!

    Gostei muito do seu site, parabéns.

    Tenho um violino muito simples, da marca cremona, quero colocar cordas boas, tipo dominant ou pirastro. A pergunta é, por ser um violino barato, seria interessante colocar essas cordas?
    No momento uso a mauro calixto.

    Desde já agradeço.

    Resposta
  • 6 de junho de 2012 em 22:11
    Permalink

    (BOA NOITE ISRAEL)
    TENHO UM VIOLINO NHURESON DE 20 ANOS
    MANDEI PINTAR COM VERNIS TRAMPARENTE
    SERA QUE VAI MELHORA O SOM DELE
    A MADEIRA DELE É PINHO O SOM ESTRIDENTE
    E QUAL CORDAS EU DEVO COLOCAR NELE PARA
    MELHORAR PARA FICAR SUAVE
    (OBRIGADO)

    Resposta
  • 26 de junho de 2012 em 14:55
    Permalink

    Olá Dutra. I
    Atualmente faço conservatório de violão , mas toco violino já alguns tempo ..A questão é ..
    Tenho um VK 544 e meu Patrão um Nhuresson simples madeira Exposta ano 2007 .. Cara a diferença de sonalidade é estupenda , muito estranho pelo valor o som dele esta bem suave , respostas rápidas nas execução.
    Para o meu VK você aconselharia colocar um encoramento de Perlon ou as de Alumínio ?

    Resposta
  • 2 de outubro de 2012 em 9:45
    Permalink

    Meus parabéns cara! Ótimo blog. Eu estava querendo saber mais sobre cordas e vc tirou minha dúvida. Muito grato! Abraço

    Resposta
  • 2 de outubro de 2012 em 9:45
    Permalink

    Meus parabéns cara! Ótimo blog. Eu estava querendo saber mais sobre cordas e vc tirou minha dúvida. Muito grato! Abraço

    Resposta
    • 11 de dezembro de 2012 em 14:42
      Permalink

      Olá Thiago,

      Obrigado pelo feedback! É isso que nos impulsiona a continuar!

      Resposta
  • 31 de outubro de 2012 em 4:38
    Permalink

    Se souber me informar, por experiência sua, ou informações, Qual o melhor jogo de cordas Que melhor se adapta ao violino eagle vk-544 ?

    Grato.

    att,

    Yago

    Resposta
    • 11 de dezembro de 2012 em 14:39
      Permalink

      Olá Yago,

      O negócio é ir testando mesmo. Não tenho tanta ‘intimidade’ com o eagle 544 (mesmo os de mesmo modelo podem ter respostas acústicas diferentes)… Boa sorte! 😉

      Resposta
  • 11 de dezembro de 2012 em 1:01
    Permalink

    Olá! O site é ótimo, parabéns!
    Então, gostaria muito de uma orientação, tenho um violino alemão, modelo Maggini, do sec XIX, ele tem um som excelente, forte e bastante potente, atualmente uso cordas vision nele, porém, eu gostaria de torna-lo um instrumento com um som mais aveludado, doce, e confesso que não sei que cordar comprar. Estou indo para os USA no final do mês e vou aproveitar para comprar novas cordas, mas estou um tanto em dúvida em qual devo investir. Gostaria de sua opinião. Desde já agradeço pela atenção e mais uma vez parabenizo pelo site. Abs

    Resposta
    • 11 de dezembro de 2012 em 14:33
      Permalink

      Olá Drika,

      As famosas Dominant são sempre a primeira opção para se testar. Tem um custo razoável e pode ser a resposta que procura. Deixo na manga a Pirastro Violino que também possui características similares.

      Boa sorte!

      Resposta
  • 29 de dezembro de 2012 em 19:51
    Permalink

    Muito bom o site…parabéns

    Resposta
  • 13 de abril de 2013 em 23:00
    Permalink

    boa noite ,estou pesquizando e gostaria de saber qual a melhor marca de corda para usar em violino mavis de 18 anos,estou aguardando porque de corda eu não entendo muito,desde ja obrigado,sem mais rafael.

    Resposta
  • Pingback:Guia de Cordas - Parte 1

  • 20 de outubro de 2013 em 10:01
    Permalink

    Olá, Gostaria de saber um pouco sobre as cordas Lenzner Goldbrokat será que são boas ?

    Resposta
  • 3 de janeiro de 2014 em 17:12
    Permalink

    Oi pode me ajudar?? Eu gostaria que o som do meu violino fosse mais aveludado.. e estava pensando em testar as cordas dominant mas eu não entendo quase nada disso, estou perdida e toco há pouco tempo.. Como assim dureza?? Qual dureza que eu devo comprar?? O que é tanger uma corda?? Me ajuda por favor.

    Resposta
  • 9 de fevereiro de 2014 em 9:02
    Permalink

    Bom dia, estou precisando de um esclarecimento, haja vista que o blog é excelente para tal. Bom eu fiz a aquisição de um encordoamento Pirastro Obligato Gold, e assim o fiz apos visitar esse blog e ler a discrição qualitativa das caracteristicas dessa linha, e para extrair todo o potencial dessa Pirastro eu li que é necessario o uso do breu que tambem vai levar em consideração da durabilidade das cordas, a minha pergunta é a seguinte, onde consigo adquirir o breu da linha Obligato Gold ou será que posso usar um outro breu da linha Pirastro obligato que nao a linha gold? Um detalhe o meu instrumento está na fase final de acabamento, apesar de ser um instrumento novo a madeira já é bem amadurecida o que vai ajudar na projeção e no amadurecimento da qualidade do som dele e é ligada diretamente à durabilidade das cordas, mas qual será o breu que poderei usar?

    Resposta
  • 12 de junho de 2014 em 18:37
    Permalink

    Boa noite ! O meu instrumento é uma Viola 42 , gostaria muito de saber qual a melhor corda para ela . Parabéns pelo site , Mari .

    Resposta
  • 31 de maio de 2017 em 21:51
    Permalink

    olá, parabéns pelo site. Tenho um violino nhureson e uso cordas evah pirazzi nele, quando coloquei o som mudou da água para o vinho, ficou muito bom. Mas agora depois de incríveis 5 anos de uso, e a única que arrebentou foi a MI, estou notando o som meio chôcho, estou pensando em comprar agora da obligato, o que me diz, tem muita diferença entre as duas? pois o valor e equivalente. obrigado

    Resposta
  • 2 de janeiro de 2018 em 14:37
    Permalink

    Preciso da ajuda de quem conhece de encordoamento, tô querendo comprar um pro meu violino novo e um Stradivarius, e estou em dívida a qual compra, por favor me chamen no whatsapp 031 997680568, ou email, Bruno30072000@gmail.com, agradeço quem poder me ajudar!

    Resposta

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: