Duo Santoro faz concertos na Sala Cecília Meireles

Duo Santoro faz concertos na Sala Cecília Meireles

4 de julho de 2015 Eventos 0
Duo Santoro

Duo Santoro faz estréia mundial de obra escrita por Tacuchian

Duo SantoroNo próximo dia 7 de julho, terça-feira, às 12:30h e às 18:30h, o Duo Santoro, formado pelos gêmeos violoncelistas Ricardo e Paulo Santoro, vai se apresentar no Espaço Guiomar Novaes da Sala Cecília Meireles. Os concertos, em homenagem aos 70 anos da Academia Brasileira de Música, vão contar ainda com os Violoncelos da UFRJ (Diogo Moura, Eleonora Fortunato, Gretel Paganini, Liana Meirelles e Murillo Gandine).
Os irmãos Santoro farão a estreia mundial da peça “Mosaicos II”, de Ricardo Tacuchian, escrita em 2015 e dedicada ao Duo Santoro. Completa ainda o programa a divertida música “A 7ª folha do diário de um saci”, de Villani-Côrtes, “Pavana ao sono de um mestre” (1983), de Mário Tavares, e “Violoncelada”, de Ernani Aguiar.

Depois de lançar, em 2011, o disco “Bem Brasileiro” – o primeiro de carreira – o Duo Santoro já está em estúdio preparando o segundo disco, repetindo a dobradinha com o produtor Sergio Roberto de Oliveira. No repertório, músicas compostas especialmente para os gêmeos do violoncelo, com destaque para obras novíssimas de Ricardo Tacuchian e Ronaldo Miranda, e ainda peças de Dimitri Cervo, Oswaldo Carvalho e do próprio Sergio de Oliveira.

Os gêmeos cariocas Paulo e Ricardo fazem parte da Orquestra Sinfônica Brasileira desde 1986 e da Orquestra Sinfônica da UFRJ desde 1989, no mesmo ano em que se graduaram pela Escola de Música da UFRJ com nota máxima e dignidade acadêmica Magna Cum Laude. Com Mestrado em Música, já se apresentaram como solistas à frente de várias orquestras, além de participarem de outras formações camerísticas distintas, tais como Trios, Quartetos e outros Duos.

Único duo de violoncelos em atividade permanente no Brasil, o Duo Santoro estreou em 1990 e já se apresentou nas principais salas de concerto do Brasil. Seus recitais incluem um leque eclético de estilos que vai do erudito ao popular. As transcrições e arranjos para violoncelos são assinados, na sua maioria, pelo próprio Duo. Uma das principais metas do Duo Santoro é a divulgação da música brasileira. Para isso, contam com a colaboração de vários compositores, que dedicaram algumas de suas principais obras ao Duo.

SERVIÇO:

  • 07/07 – terça-feira -BRASILIANAS – 70 ANOS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE MÚSICA
  • Duo Santoro e Violoncelos da UFRJ na Sala Cecília Meireles
  • Local: Espaço Guiomar Novaes
  • Endereço: Largo da Lapa, 47, Centro – Rio de Janeiro
  • Horários: 12:30h e 18:30h
  • Ingressos: R$10,00  (À venda na bilheteria da Sala ou pelo site Ingresso.com.)
  • Informações: 21 2332-9223 e 2332-9224
  • Capacidade: 150 lugares
  • Faixa etária: livre

P R O G R A M A

  • Edmundo Villani-Côrtes – A 7a folha do diário de um saci (1992)
  • Ricardo Tacuchian Mosaicos II (2015) – Obra dedicada ao Duo Santoro – Estreia mundial
    • Moderato
    • Allegro
    • Andante
    • Allegro
  • Mário Tavares – Pavana ao sono de um mestre (1983)
  • Ernani Aguiar –
    • Violoncelada (1993)
    • Em louvor dos Santos Reis
    • Bagpipes & Drums
    • Frevioloncelando

 

Fábio Cezanne
CEZANNE COMUNICAÇÃO
21-2551-8190 / 99197-7465
cezannedivulgacao@gmail.com
www.cezannecomunicacao.com.br

 

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.