Furto de Violino. Como evitar?

Furtos não são um evento raro no meio musical

Na semana passada, dia 21/05/2017, Diogo Felipe Batista teve o instrumento furtado na cidade de Rio Preto logo após uma apresentação. Ele parou num bar para encontrar alguns amigos. Em um espaço de tempo de cerca de 20 minutos, ao se dirigir até o carro encontrou-o com a janela quebrada e deu falta de seu violino ‘Paolo Maggini’ e seus equipamentos de som.
O Diogo ainda está a procura de seu violino.  Quem tiver alguma informação sobre o violino do Diogo pode entrar em contato pelos telefones (17) 99758 4103 ou (17) 98153 7335.

Roubo x Furto

Muitas vezes e mesmo aqui na redação usei o termo ‘roubo’ de forma incorreta. Costumamos usar de modo genérico para designar duas situações completamente diferentes.
Se um ladrão toma algo que pertence a outra pessoa sem estabelecer contato com ela, comete furto. Se houver contato com a vítima, violência ou ameaça, é roubo – assalto é um termo que não existe no direito, mas equivale ao roubo. Yuri Vasconcelos
Assim como vocês, eu sou um violinista e não um especialista em segurança, mas com a vida e às experiências traumáticas de outros colegas podemos aprender a evitar situações de risco. No final tem uma DICA DE OURO!

Não deixe seu instrumento no carro

A lição que a gente pode tirar do caso do Diogo é, sempre que possível, não deixe seu violino no carro. Caso semelhante eu noticiei há 3 anos. Uma amiga de infância e colega de profissão teve o carro arrombado e seu valioso violino furtado.

Simplesmente não deixe. Se realmente for necessário, não deixe a vista. Use o porta-malas. Mas se for dia e estiver fazendo calor você está colocando o seu instrumento em risco.

Não deixe seu instrumento em espaços sem trancas

Quando for em um festival de música, por exemplo, evite deixar seu instrumento nos alojamentos, salas de estudo, de aula e etc. Se não é trancado a chave e não tem um responsável cuidando, apenas evite. Sim, no intervalo várias pessoas deixam e nada acontece. Acontece que nesses espaços muitas vezes as pessoas não se conhecem e por essa razão uma pessoa mal intencionada pode passar despercebida e num curto espaço de tempo levar o seu precioso instrumento.

Não deixe

O mais recomendado é levar o instrumento sempre com você. Se você é uma dessas pessoas (conheço várias!) que se distrai e se esquece facilmente de coisas como guarda-chuvas use sempre aquelas as alças e mantenha o estojo do seu instrumento junto ao corpo. Não há nada pior do que ter aqueles ‘semi-infartos’ quando se dá conta que esqueceu seu instrumento em algum lugar.

Em 2010, um violino avaliado em 1,2 milhões de libras (R$ 3,2 milhões) foi furtado em uma lanchonete de Londres, enquanto sua dona comprava um sanduíche.

Se deixar…

Parece óbvio, mas tem quem não faça. No seu estojo deixe informações básicas como “pertence a…(nome)” e de contato tais como e-mail e telefone. Assim, se ele for encontrado poderão entrar em contato com você.

Use a tecnologia!

Agora vem a DICA DE OURO! Com menos de 100 reais você pode comprar um rastreador /localizador GPS e colocá-lo no seu estojo. Assim, seja por furto ou esquecimento você vai poder localizar seu violino. Esses dispositivos tem se popularizado para encontrar veículos, animais entre outras coisas. Porque não usar a seu favor?

Há vários modelos disponíveis na internet. Uns mais baratos, outros mais caros, mas de um modo geral acessíveis.

Rastreador GPS anti furto

Ficou faltando alguma coisa? Você tem uma dica ou recomendação. Deixe nos comentários!

Israel Honorato Dutra

Oi! Me chamo Israel sou violinista, idealizador e "faz tudo" do Portal Violino Vermelho.

Deixe um comentário!