Sinfônica de Campo Grande estreia obra de Radamés Gnattali

Fonte: página oficial
Fonte: página oficial

Na próxima terça-feira dia 25 de Agosto ocorrerá em Campo Grande-MS, a 1a audição mundial do Concerto para 2 Pianos e Orquestra de Cordas do compositor Radamés Gnattali (1906-1988).
A estreia da obra, que se dará em nossa capital, tornou-se possível graças à atuação dos solistas junto a familiares de Radamés, com os quais foram adquiridos os manuscritos da peça, que foram então editorados pela equipe da Orquestra Sinfônica de Campo Grande.

O concerto para 2 Pianos e Orquestra de Cordas, integra a série de “Brasilianas”, do compositor, e com certeza entrará para o repertório das orquestras brasileiras e do exterior, o que já ocorre com tantas outras obras de Radamés.

Radames Gnattali
Radames Gnattali. Fonte: Página Oficial

Radamés foi um dos músicos mais influentes do Brasil no Século XX, responsável por uma constante intersecção entre a música erudita e popular, criando assim uma peculiar linguagem para sua música de concerto.

Prova de ainda sua descomunal versatilidade são seus inúmeros arranjos originais para os maiores clássicos da música popular brasileira.  É também de Radamés Gnattali a música do  Hino de Mato Grosso do Sul escolhida através de concurso público.

O concerto, com entrada franca se dará com os solistas Evandro Higa e Marcus Medeiros ao Piano, acompanhados pela Orquestra Sinfônica de Campo Grande sob regência do maestro Eduardo Martinelli.

Além do concerto de Radamés Gnattali, a programação da noite se dará exclusivamente por compositores brasileiros em obras para orquestra de cordas, como Villa-Lobos, Claudio Santoro, Ernani Aguiar e Guerra-Peixe.

Sobre as Partituras do Concerto

Na década de 1980, Evandro Higa era aluno de bacharelado em piano no Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro, junto da professora e pianista Maria Guilhermina, quando encomendaram as cópias das partes orquestrais no intuito de apresentar a obra.

Com o material em mãos, iniciaram os estudos para tocarem com a Orquestra do Conservatório Brasileiro de Música.Tiveram então uma reunião com  Radamés Gnattali onde trocaram ideias sobre a peça.

Por uma série de contratempos com a orquestra e o falecimento do compositor em 88, o referido concerto jamais aconteceu.A estreia da obra se dará agora, em Campo Grande-MS, 27 anos após a morte de Radamés Gnattali

Serviço

Teatro Glauce Rocha (UFMS)
Terça-Feira dia 25 de Agosto de 2015
20:00 Hs.
Entrada Franca

Fontes sobre Radamés Gnattali

Israel Honorato Dutra

Oi! Me chamo Israel sou violinista, idealizador e "faz tudo" do Portal Violino Vermelho.

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.