Vinnie Dixie e a Música Tradicional Irlandesa

Ele lembra claramente o Daryl Dixon(Norman Reedus) da série The Walking Dead e maneja o arco como ninguém. Se mata zumbis eu não sei, mas pode muito bem fazê-los dançar!

Entrevistei o Vinícius, músico de Florianopolis, antes do violino, quando pré adolescente já tocava violão, guitarra e sempre mostrou interesse por musica celta. Começou estudando por conta, fez aulas tendo o repertorio clássico como base para desenvolvimento de técnica e em paralelo sempre procurou novos estilos como o blues, bluegrass, country, e tango, mas encontrou sua essência na musica tradicional irlandesa.

Vinicius,

Quando foi seu primeiro contato com a música irlandesa?Vinnie Dixie

Acho que o interesse surgiu pela primeira vez quando ouvi uma gravação do Sean Talamh lá por 94, sim to ficando velho.. depois o tempo passou  e a vontade retornou  porém eu tinha recursos para fazer acontecer e já uma pequena idéia de como e quando fazer, finalmente em 2014 consegui achar as pessoas certas, com interesses em comum, e felizmente estamos com mais de 1 ano  de Road do Erin.

Você aprendeu o estilo sozinho ou teve orientação de um Professor?

Basicamente aprendi sozinho, sou muito auto-didata, cheguei a participar de workshops e tive aulas, hoje em dia com a internet só não aprende quem não quer, mas é importante estar em contato com outros sessioners, fiddlers (violinistas de musica trad) outros pessoas que tocam o estilo, afim de adquirir conhecimento, repertorio etc. Irish  traditional music é uma musica popular com finalidade de expresssar a poesia riquíssima daquele povo, cada song ou tune, têm uma história por trás, requer pesquisa pra entender o porquê das notas.

Você pode explicar um pouco sobre música celta e irlandesa? Existe diferença ou é a Vinnie Dixiemesma coisa?

Celta na verdade abrange toda uma cultura, não só a irlandesa, envolve Brittany, Scotland, Ireland, Wales, a  musica irlandesa tradicional também é chamada de celta, mas celta é toda uma cultura de um povo e que ultrapassa as fronteiras desses países

Qual as diferenças no modo de tocar?

Depende..são inumeras diferenças… O básico é a mesma coisa, arco e flecha! É como um estilo, mas é muito mais que isso, as musicas instrumentais (tunes) são geralmente agrupadas em sets, de 3 ate 5 harmonizando as sessions. Podem ser rápidas ou lentas em diferentes formas de compassos e até compondo sets com ritmos diferentes no mesmo set. As tunes são passadas de musico para musico de ouvido basicamente, essa é a tradição, mas claro existem grupos especialmente os mais contemporâneos  rotulados como progressive celtic e afins, que já misturam outros elementos e arranjos mais complexos, é a evolução da traditional  music. Ela não está lá presa a uma rocha solida na idade das trevas, ela evolui constantemente.

A música especialmente étnica, tango, gypsy blues, oriental.. têm suas características marcantes, ornamentação e técnica com certeza mudam muito. Ritmicamente na trad irish music e scottish, manter pulsação é o mais importante, afinal, a musica é composta para muitas danças diferentes, jigs, reels, slides, polkas onde os músicos acompanham os grupos de dança, sapateado etc…Comparando com o mundo do erudito, são coisas totalmente diferentes, a música irlandesa é mais intimista e acessível, mais “quente” , mantêm o publico e as pessoas mais envolvidas e relaxadas, e não em um clima de “tensão” como  na música orquestral, clássica e de teatro. Tem um ditado que diz, “O Violino canta  mais o Fiddle dança!

Quais foram e são suas influências (bandas, grupos, músicos…)?

comecei bastante inlfuenciado por bluegrass roots, Bill Monroe,Doc Watson, depois fui buscando sonoridades mais modernas, Ricky skaggs, Alisson Krauss, Stuart Duncan,Mark O’Connon.

Em seguida me aprofundei no irish, sem dúvida Martin Hayes, Sean Smyth, Kevin Burke.

Você chegou a participar de orquestras?

Sim, orquestra do IFSC (Instituto Federal de SC) OSSCA Orquestra Sinfonica de Santa Catarina,Orquestra academica de Buenos Aires

Acredita que sua formação tradicional e o repertório clássico teve alguma contribuição para seu trabalho com o fiddle?

Tradicional na minha opinião depende do ponto de vista, pois o fiddle na verdade é o que chamam de tradicional internacionalmente e se referem como “Trad Music”, música tradicional, seja ela irlandesa, escocesa, americana etc, e é focado em musica tradicional daqueles países.

Vejo como formação acadêmica algo não tradicional, que abre algumas janelas porem apenas uma forma de moldar músicos do mesmo jeito, mesmo padrão repetitivo, mesmo repertório, mesmas técnicas, limitando-os de certa maneira.

Você sabe se por acaso existem cursos superiores focados na música tradicional irlandesa?

Sim existem, Cursos especializados como “Bachelor in Music Performance”, seja clássico ou Irish music performance.

Ou seja lá fora a nível acadêmico o instrumento não é limitado somente ao erudito como base. Exemplo: University of Limerick.

Sabe dizer se existe um set de cordas mais adequado para o estilo?

É bem pessoal, questão de experimentar, e do seu instrumento responder bem, afinal cada instrumento tem uma identidade sonora. Como é uma musica com muito efeito percussivo eu opto por steel strings, que têm resposta rapida para cuts, trebles e rolls que são as ornamentações mais ultilizadas no fiddle dentro da música irlandesa e escocesa.

Gosto muito das helicore pra fiddle,resposta rapida e tom equilibrado e brilhante.

Você está participando de um uma banda ou grupo atualmente? Qual o nome?Vinnie Dixie

Atualmente desenvolvo um projeto residente de Florianópolis SC – chamado Road to Erin, e outro duo chamado Celtic Punch, e com novos projetos maiores já em vista pra 2016.r

Quem são os integrantes, o que eles tocam?

4 integrantes, Eu fiddle e mandolin, Raul Aguiar – Violão, Raul Rd  – Tenor Banjo, Mandolin, Fernando Cosentino – Bodhan  e Tin whistle

Como é a recepção na ilha? Florianópolis possui público para o gênero?

Pessoal sempre gosta,  conhece ou têm alguma referência de algum filme, ou ja viram na tv, não é algo muito popular no Brasil, porém vêm sendo difundido, isso que encaro como missão, divulgara tradição aqui no Brasil, especialmente em Santa Catarina.

Qual o conselho que você daria para quem deseja tomar o mesmo rumo?

Pesquisar, estudar, participar de sessions, inclusive conosco! É um aprendizado eterno, existem milhares de tunes tradicionais pra se aprender,ouvir gravações, e importante, entender a influencia histórica por trás de cada musica, (songs e tunes) e também mais tarde  pra colocar seu estilo em cima, é como pegar uma pintura e dar umas pinceladas, acho que o importante é não borrar o quadro…

Obrigado Vinnie por dispor seu tempo para compartilhar um pouco de você e a sua música.

Valeu eu que agradeço pela oportunidade! Gostaria de parabenizar pelo site e também continue com o excelente trabalho!

Quem quiser entrar em contato com você pode fazê-lo através de:

E-mail: vinicius.violino@live.com

Facebook: Vinnie Dixie Violin

Band page: Road to Erin

Israel Honorato Dutra

Criador do portal Violino Vermelho e violinista a mais de 15 anos tendo atuado predominantemente em orquestras desde o início de sua carreira com as quais teve oportunidade de se apresentar nacional e internacionalmente.

Atualmente é bacharelando em violino na Universidade Estadual de Santa Catarina como discípulo de João Eduardo Dias Titton, mestre pela University of Cincinnati (EUA).

Um comentário em “Vinnie Dixie e a Música Tradicional Irlandesa

  • 8 de Abril de 2017 em 12:28
    Permalink

    Excelente a entrevista com Vinnie Dixie.
    Nos faz conhecer algo melhor a musica irlandesa ou celta de raiz, nos motivando também a aprender este sensacional e harmonioso estilo, pena que nao rodem o pais com o seu valoroso trabalho.
    Tiago Alves
    Ilha de Boipeba, BA, Brasil

    Resposta

Deixe um comentário!